Uma unidade já está em execução, outra entra em operação até o fim do primeiro semestre e a terceira, tem previsão de conexão para julho.

O município de Francisco Sá, no Norte de Minas Gerais, irá receber mais uma Fazenda Solar, que proporciona geração de energia fotovoltaica. O empreendimento a ser construído pela Órigo Energia irá completar outros dois já existentes da companhia nas cidades mineiras de João Pinheiro e São Francisco.

As unidades receberam um investimento de R$ 55,5 milhões e possuem capacidade de geração de 2.300 MWh por mês, podendo abastecer até 650 estabelecimentos. A primeira unidade já conta com 63 consorciados recebendo energia solar e a segunda passa a disponibilizar até o fim do primeiro semestre. A terceira, em Francisco Sá, tem previsão de conexão em julho de 2018.

O serviço está disponível para pequenas e médias empresas. Para aderir, os interessados devem encaminhar para a Órigo o consumo dos últimos 12 meses e, a partir deste levantamento, a companhia irá indicar quantos lotes serão necessários para atender às demandas. Por fim, a energia gerada pelo lote chega ao cliente por meio da rede da Cemig, como crédito em conta.

“O projeto da fazenda solar é pioneiro no mercado, pois oferecemos ao empresário a liberdade de escolha na maneira de produzir e consumir energia, sem necessidade de investimento. Esta terceira unidade é apenas o começo da nossa ampliação”, explica o CEO da Órigo Energia, Surya Mendonça.

Até o final de 2018, a empresa terá dez unidades em operação, atendendo em torno de quatro mil clientes. O investimento previsto será de R$ 250 milhões para esta execução.

Energia solar no Brasil

Segundo levantamento da Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar), o setor cresceu 448% nos últimos dois anos, passando de 1.827 sistemas para mais de 7.600 sistemas de micro e minigerações no Brasil em 2016. Só em 2017 foi registrado um crescimento de 32%.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui