Ibram divulga vídeo sobre mineração e construção civil

0
1120
Trecho do vídeo "Mineração: sempre presente em nossa vida".

O material chamado de “Mineração: sempre presente em nossa vida” dá exemplos de como os minerais estão presentes na construção de um imóvel.

Um novo vídeo divulgado pelo Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) mostra em linguagem prática e didática como a mineração se encontra presente no dia a dia. Nomeado de “Mineração: sempre presente em nossa vida”, o material dá exemplos de como os minerais compõem cada processo da construção de uma casa: sonho da maioria dos brasileiros.

“Ao fazer esta ligação na mente das pessoas, entre o produto final – ou seja, uma casa que se tornou um bem para o uso diário – e as matérias-primas, conseguimos atrair a atenção e a compreensão da sociedade para a essencialidade da indústria mineral empresarial em nossas vidas”, afirmou o diretor de Comunicação do Ibram, Paulo Henrique Soares.

O vídeo mostra imagens de projetos de arquitetura intercaladas com cenas de objetos de decoração sendo colocados na casa e a alegria das famílias pela conquista. De acordo com informações divulgadas pela entidade representativa da mineração no país, o roteiro conduz o espectador a reconhecer a mineração nos materiais utilizados pela construção civil para erguer paredes, tetos, pisos, janelas, entre outras partes que compõem as edificações.

“De forma leve e atraente, o vídeo apresenta aos brasileiros o que poucos sabem: areia, pedra, brita, cascalho e argila, muito usados nas construções, são minerais. Denominados tecnicamente de agregados da construção civil, são extraídos em empreendimentos minerais situados mais próximos das cidades, como em pedreiras, por exemplo”, informou o Ibram em texto de divulgação.

A produção do vídeo contou com a participação da Associação Nacional das Entidades de Produtores de Agregados para Construção (Anepac).

Mercado de agregados

Segundo dados da Anepac, o mercado brasileiro de agregados é atendido por diversos produtores. Atualmente, o setor reúne mais de 3.100 empresas, sendo 600 de produção de brita e 2.500 de extração de areia que, juntas, geram um total de 75 mil empregos diretos e 250 mil indiretos.

De acordo com informações do Ibram, a produção anual brasileira do conjunto de agregados é representativa. Em 2017 chegou a 420 milhões de toneladas, ficando em terceiro no País. Os agregados só não superaram o minério de ferro e a água mineral.

“A tecnologia e as facilidades da vida moderna dependem essencialmente de produtos minerais. O que nem todos sabem é que a construção de estradas, pontes, casas, edifícios também depende da mineração. É preciso, portanto, apoiar esta atividade produtiva para sempre termos acesso aos suprimentos de minérios”, aponta o diretor-presidente do Ibram, Walter Alvarenga.

Veja o vídeo:

 

Com informações do Ibram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui