Yara conclui aquisição da Vale Cubatão Fertilizantes

0
1963
Foto: Divulgação/ Vale.

Vale recebeu US$ 255 milhões pela transação.

A Yara concluiu a compra da Vale Cubatão Fertilizantes, em Cubatão (SP) conforme comunicado emitido pelas duas companhias na terça-feira (15). A Vale recebeu pela transação um total de US$ 255 milhões. “O fechamento da transação é mais um passo em direção à redução da dívida e simplificação do portfólio de ativos da Vale”, informou a mineradora, por meio de nota. O início das negociações já havia sido divulgado pelas empresas em novembro do ano passado.

De acordo com informações da Yara, a empresa iniciará, a partir de agora, a integração das operações adquiridas, marcando o início da produção própria de nitrogenados no Brasil. São matérias-primas à base de nitrogênio utilizadas para a indústria de fertilizantes e em soluções para segmentos industriais.

Com a aquisição, serão incorporados aos ativos da Yara no país um complexo de nitrogênio e fosfato, composto por quatro unidades, com uma capacidade de produção anual de aproximadamente 200 mil toneladas de amônia, 500 mil toneladas de nitratos (divididos entre os segmentos de fertilizantes e industrial) e 700 mil toneladas de fertilizantes fosfatados.

Agora, a Yara tem, no total, oito unidades de produção, duas de soluções ambientais, 22 unidades de nutrição de plantas (mistura e distribuição de fertilizantes), além de dois portos, quatro unidades de mineração e três escritórios para apoiar a operação.

“A Yara estima investir US$ 80 milhões nos próximos anos no Complexo Industrial em Cubatão, a fim de materializar sinergias anuais de US$ 25 milhões, por meio de uma combinação de otimização de custo, ativos e portfólio de produtos”, informou a companhia, por meio de nota.

Atualmente, Yara e joint venture Galvani produzem cerca de 2 milhões de toneladas de fertilizantes por ano, volume que subirá para 3 milhões de toneladas com a nova aquisição. A capacidade de produção e incorporação também irá aumentar de 500 mil para um milhão de toneladas.

“A Yara possui uma estratégia de longo prazo e seguirá apostando no mercado brasileiro. Estamos comprometidos com o desenvolvimento sustentável do agronegócio e em ampliar o nosso leque de soluções para os setores industriais”, afirmou, em nota, o vice-presidente da Yara International e presidente da Yara Brasil, Lair Hanzen.

Investimentos

A companhia informou que tem realizado outros investimentos no Brasil. Um deles é o Complexo Mineroindustrial de Serra do Salitre (MG), por meio de sua controlada Galvani, ao custo de R$ 2 bilhões e a duplicação do Complexo de Rio Grande (RS), onde está sendo investido R$ 1,5 bilhão. A empresa também destacou a primeira fábrica de fertilizantes foliares fora da Europa, em Sumaré (SP), inaugurada em março deste ano, com investimento de R$ 100 milhões.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui