IEA informou, nesta última quarta-feira (16), que estoque de barris de petróleo está abaixo da média estipulada pela Opep.

O preço do barril de petróleo está próximo dos US$ 80 e, devido a isso, a demanda global deverá ser moderada este ano, já que muitas nações importadoras não oferecem mais subsídios aos combustíveis, como afirmou a Agência Internacional de Energia (IEA).

De acordo com informações da agência de notícias Reuters, a IEA reduziu sua previsão de crescimento da demanda global para 1,4 milhão de barris por dia (bpd) este ano, sendo que antes era de 1,5 milhão de bpd.

O petróleo subiu 51% no último ano, devido a cortes coordenados na produção, e neste mês, por causa da preocupação com a oferta do Irã, logo após os Estados Unidos afirmarem que voltarão a impor sanções sobre Teerã devido a atividades nucleares.

“Seria extraordinário se um salto tão grande não afetasse o crescimento da demanda, especialmente porque os subsídios para usuários finais foram reduzidos ou cortados em várias economias emergentes nos últimos anos”, disse a IEA em entrevista à Reuters.

Os estoques de petróleo nos países mais ricos do mundo, os mais transparentes e fáceis de rastrear, caíram 1 milhão de barris abaixo da média de cinco anos, que foi estipulada pela Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep).

“Por enquanto, a paisagem geopolítica em rápida mudança irá desviar a atenção dos estoques, enquanto produtores e consumidores consideram como limitar a volatilidade no mercado de petróleo”, disse a IEA.

Com informações da Reuters

*Sob supervisão de Sara Lira

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui