Presidente do Ibram renuncia ao cargo

0
4771
Jerson Kelman havia assumido a presidência do Ibram no dia 18 de janeiro. Foto: Sabesp/ Divulgação.

Motivos não foram esclarecidos. Instituto irá avaliar substituição em breve.

O presidente do Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram), Jerson Kelman, renunciou ao cargo nesta segunda-feira (4). A ação ocorreu pouco mais de duas semanas após ser eleito pelo Conselho Diretor da entidade representativa das empresas do setor – o que ocorreu no dia 18 de janeiro.

Os motivos ainda não foram esclarecidos. Por meio de sua assessoria de imprensa, o órgão informou que, em breve, o conselho irá escolher um novo nome. “O Instituto Brasileiro de Mineração (Ibram) informa que o diretor-presidente Jerson Kelman entregou pedido de demissão e, em breve, o Conselho Diretor do Instituto irá avaliar sua substituição”, informou, por meio de nota.

A demissão ocorre 10 dias após o rompimento da barragem da mina Córrego do Feijão, da Vale, em Brumadinho (MG), em 25 de janeiro. A tragédia já provocou 121 mortos, além de 226 desaparecidos.

Kelman nasceu no Rio de Janeiro em 1948 e é engenheiro civil. Exerceu cargos de relevância em sua carreira, como a Presidência da SABESP e do Grupo Light, a Direção-Geral da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) e a Presidência da Agência Nacional de Águas (ANA), entre outras atribuições.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui