Plataforma tem capacidade de produzir 150 mil barris de petróleo e comprimir até 6 milhões de metros cúbicos de gás natural por dia

A produção da plataforma de petróleo e gás natural P-76 foi iniciada pela Petrobras nesta quarta-feira (20). De acordo com informações divulgadas pela estatal, esta é a terceira estrutura a entrar em operação no campo de Búzios.

A P-76 tem capacidade para processar diariamente até 150 mil barris de petróleo e comprimir até 6 milhões de metros cúbicos de gás natural. Do tipo FPSO, ela está localizada a aproximadamente 180 quilômetros da costa do estado do Rio de Janeiro, em profundidade de água de 2.030 metros.

O projeto prevê a interligação ao FPSO de dez poços produtores e sete poços injetores. O escoamento da produção de petróleo será feito por navios aliviadores e a de gás, pelas rotas de gasodutos do pré-sal.

“A P-76 contribuirá para o crescimento da produção da companhia. É a segunda plataforma a entrar em operação em 2019, do total de quatro previstas para este ano, em linha com o Plano Estratégico da Petrobras”, informou a empresa, por meio de nota.

Campo de Búzios

Descoberto em 2010, o campo de Búzios teve a produção iniciada em abril de 2018 e é o principal sob o contrato de Cessão Onerosa. Segundo a Petrobras, ainda em 2019 está prevista a entrada em operação de mais uma plataforma em Búzios, a P-77.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui