CMOC completa um ano no Brasil

1
4540
Foto: Divulgação Cmoc

Empresa assumiu em 2016 as operações de nióbio e fosfatos localizadas em Catalão e Ouvidor (GO), e Cubatão (SP).

A CMOC, subsidiária do braço internacional da China Molybdenum e responsável pela Copebras e pela Niobras, completa nesse mês um ano de atuação no país. Desde que assumiu o controle das operações de nióbio e fosfatos localizadas em Catalão e Ouvidor, em Goiás, e Cubatão (SP), a empresa vem trabalhando para aumentar a sua competitividade por meio de ações voltadas para reduções de custos, estabilidade e geração de resultado sustentável.

De acordo com o diretor executivo da CMOC no Brasil, Marcos Stelzer, o primeiro ano de atividades da companhia em solo brasileiro teve como foco os negócios de nióbio e fosfato, reforçando as atividades da Copebras e criando a Niobras, com o objetivo de simplificar os processos e definir uma nova estratégia para os negócios.

“Fizemos tudo isso sem perder o foco em nosso desempenho operacional, com destaque para a nossa performance em segurança, que pode ser considerada como a melhor da história; e para os recordes de produção e vendas. Nosso objetivo é seguir trabalhando para construir uma história de sucesso para a CMOC no Brasil, e para que a empresa seja reconhecida pela sua integridade, eficiência na gestão e qualidade dos seus produtos e serviços”, afirmou Stelzer.

“Estou satisfeito com o engajamento das equipes Copebras e Niobras neste primeiro ano da CMOC no Brasil. A equipe entregou um desempenho de alta qualidade em segurança, produção e vendas durante um período de fortes pressões externas. Estou confiante de que a equipe continuará a melhorar a performance para apoiar a estratégia de negócios”, afirma Kalidas Madhavpeddi, CEO da CMOC International. Segundo a empresa, a meta agora é expandir a presença da empresa no mercado.

Por ano são produzidas cerca de 6,3 mil toneladas de nióbio, 1,1 milhão de toneladas de fertilizantes, 265 mil toneladas de ácido fosfórico e 147 mil toneladas de DCP. Além de produzir nióbio e fosfatos no Brasil, a CMOC International produz molibdênio, tungstênio, cobre, ouro e cobalto em outros países.

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui