AngloGold Ashanti ultrapassa R$ 2 milhões em doações para o combate à pandemia

851
Unidade da AngloGold Ashanti em Nova Lima (MG) - Foto: Divulgação/ AngloGold.

Produtora de ouro apoia avanços no combate ao coronavírus com novo aporte de R$ 600 mil para hospitais de cidades de Minas Gerais e Goiás, onde possui operações.

Diante do cenário de alta de casos de Covid-19 no país, a AngloGold Ashanti anunciou nesta terça (30/03) uma nova doação emergencial de R$ 600 mil a instituições de saúde em Minas Gerais e Goiás para ajudá-los no combate à pandemia de covid-19. O investimento, que se soma aos R$ 1,6 milhões já disponibilizados em 2020, será direcionado às necessidades dos municípios onde a produtora de ouro atua: Barão de Cocais, Caeté, Nova Lima, Raposos, Sabará e Santa Bárbara, em Minas Gerais, e Crixás, em Goiás.

O novo aporte atende a necessidades críticas como oxigênio e cilindros para emergência, equipamentos e materiais médicos, medicamentos, sedativos e EPIs para os profissionais de atendimento, entre outras contribuições, de acordo com as necessidades de cada localidade.

“Nosso papel, como empresa, é entender o momento difícil pelo qual todo o país atravessa e se posicionar sempre em favor da sociedade. Desde o início do combate à pandemia de Covid-19, reforçamos o nosso compromisso com as comunidades e municípios que nos hospedam e, neste momento, mais uma vez estendemos a ajuda para os hospitais que estão próximo de suas capacidades máximas de atendimento”, explica Camilo de Lelis Farace, vice-presidente da AngloGold Ashanti no Brasil.

A nova doação é adicional a todos os demais esforços da AngloGold Ashanti para o combate ao coronavírus. Um comitê especial foi criado desde fevereiro de 2020, e estabeleceu medidas preventivas para proteger os empregados, suas famílias e a comunidade, alinhadas às melhores práticas mundiais e às recomendações das autoridades, como utilização de máscaras de proteção, intensificação de todas as rotinas de desinfecção e limpeza, medição com termômetro infravermelho da temperatura de todos os empregados diariamente, adoção de home office para funções elegíveis e grupos de risco e a criação de uma central de atendimento, entre outras ações.

Adicionalmente, a empresa segue em permanente diálogo com os governos e as entidades setoriais, como o Ibram (Instituto Brasileiro da Mineração), a Fiemg (Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais) e Fieg (Federação das Indústrias do Estado de Goiás), para seguir apoiando iniciativas que contribuam diretamente para a redução do impacto da pandemia.

Sobre a AngloGold Ashanti

A produtora de ouro possui minas e plantas metalúrgicas e de beneficiamento distribuídas nos Estados de Minas Gerais e Goiás. Com mais de 5 mil empregados diretos, as operações brasileiras respondem por 15% da produção global de ouro do grupo. A AngloGold Ashanti tem sede em Johannesburgo, na África do Sul e os negócios da companhia englobam 13 operações em nove países, gerando mais de 60 mil empregos.

 

Por Assessoria de Imprensa da AngloGold Ashanti.