Anderson Baranov, da Hydro, assume presidência do Simineral

0
407
Novo presidente do Simineral, Anderson Baranov - Foto: Divulgação.

Executivo da Hydro passa a liderar entidade, após saída de José Fernando Gomes Junior para assumir a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do Pará, no início do mês.

O Sindicato das Indústrias Minerais do Pará (Simineral) apresentou Anderson Baranov, como seu novo presidente para o biênio 2021/2022. Ele assume a cadeira antes ocupada por José Fernando Gomes Junior, que se manteve na liderança do sindicato por 10 anos. Fernando se desligou da entidade para assumir a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia do Pará, no último dia 05 de abril.

Com mais de 30 anos de carreira e atuando em diversos projetos nas áreas de gestão, vendas, comunicação, gerenciamento de crise e sustentabilidade, Anderson Baranov é graduado em Administração de Empresas e com pós-graduações em finanças. Baranov também possui MBA em Políticas Públicas pela Universidade de Chicago. Participou de entidades como a ABRACE, ABAL, Sindividros do Rio de Janeiro e O-I (Owens Illinois), maior empresa de embalagens de vidro do mundo. Atualmente é o vice-presidente de Relações Governamentais da Norsk Hydro para a América do Sul.

O Estado do Pará é atualmente o maior produtor e exportador de produtos minerais do Brasil, posto assumido desde 2019, quando Minas Gerais caiu para a 2º posição. O presidente do Simineral, Anderson Baranov acredita na importância da mineração para todos, por meio do comprometimento com práticas socioambientais éticas. “À medida que nos aproximamos da pauta das eleições gerais em 2022, discutiremos juntos os desafios e as oportunidades para aprimorarmos a nossa participação na elaboração de novas políticas públicas, marcos regulatórios e legislações de impacto para o mercado de mineração”, afirma.

Também assume novo posto, Poliana Bentes, que vai conduzir a Diretoria Executiva do Simineral, nos próximos dois anos. Poliana é consultora empresarial, Mestra em Gestão de Conhecimentos para o Desenvolvimento Socioambiental pela Universidade da Amazônia, com forte atuação no setor mineral e produtivo do Pará. Era a Coordenadora Executiva do Simineral.