Preços do aço inoxidável e do minério de ferro sobem na China

87
Foto: Reprodução/ Internet.

O aço inoxidável subiu quase 5% nesta terça-feira e o minério de ferro, também em alta, encostou nos US$ 130.

Os contratos futuros do aço inoxidável da China chegaram a subir mais de 5% nesta terça-feira (11/01), impulsionados por preocupações com a oferta apertada, já que os produtores cortaram a oferta, enquanto os preços das matérias-primas também ofereceram suporte.

“As empresas de aço inoxidável domésticas estão intensificando a manutenção no primeiro trimestre, diante dos feriados do Festival da Primavera e das Olimpíadas de Inverno de Pequim; a produção geral deve ser limitada”, escreveram analistas da Jinrui Futures em nota.

O aço inoxidável também é sustentado pelos preços do níquel devido ao aperto da oferta no mercado spot, disse uma nota da Huatai Futures.

O contrato de aço inoxidável mais negociado na Bolsa de Futuros de Xangai, para entrega em fevereiro, saltou 5,3%, para 17.920 yuanes (US$ 2.812,39) por tonelada. Eles fecharam em alta de 4,4%, a 17.760 yuanes por tonelada.

Outros preços do aço na bolsa de Xangai também subiram. O vergalhão de aço usado para construção, para entrega em maio, subiu 2%, para 4.589 yuanes por tonelada.

A Associação de Ferro e Aço da China disse na segunda-feira que a produção de aço bruto da China em 2021 deve cair para 1,03 bilhão de toneladas, de um recorde de 1,065 bilhão de toneladas, atingindo um “equilíbrio de oferta e demanda”.

Os futuros do minério de ferro de referência na Bolsa de Commodities de Dalian terminaram em alta de 2,8%, para 724 yuanes por tonelada. O minério de ferro spot com 62% para entrega na China subiu US$ 1,50 para US$ 129 a tonelada nesta terça-feira, segundo a consultoria Steel Home. Já no Porto de Qingdao, a matéria-prima do aço subiu 2,74%, fechando a US$ 129,17.

 

Fonte: Reuters.

 

Voltar