MME apresenta planejamento estratégico para pasta

0
2510
Secretário-Executivo Adjunto de Minas e Energia Edvaldo Luís Risso durante apresentação do Planejamento Estratégico - Foto: Divulgação / MME.

Plano conta com ações que devem ser desenvolvidas ao longo de cinco anos, de maneira rápida e eficiente.

O Ministério de Minas e Energia (MME) apresentou na quarta-feira, 19, o Planejamento Estratégico que norteará as atividades da pasta até 2021. A elaboração do projeto começou no final de 2016 e contou com servidores, colaboradores e lideranças do MME, sendo o objetivo entregar resultados dos setores englobados pelo ministério de forma mais dinâmica e transparente. A ação é resultado do trabalho de reorganização das áreas de minas e energia, em consonância com o lançamento do “Programa de Revitalização da Industrial Mineral Brasileira” marcado para a próxima terça-feira, dia 25.

Em síntese, o documento contém a missão, a visão de futuro e os valores; e o Mapa Estratégico, com os objetivos do Ministério, classificados em quatro perspectivas: resultados, processos finalísticos, processos de apoio e recursos. Segundo o MME, para a elaboração do planejamento foram realizadas dez frentes complementares, mais de 40 reuniões técnicas e oficinas de trabalho.

Com as novas diretrizes contidas no Planejamento Estratégico, o MME deverá formular e assegurar a execução de políticas públicas para a gestão sustentável dos recursos energéticos e minerais.

Todas as ações tomadas devem ter em vista o desenvolvimento socioeconômico do país.

Em evento para a divulgação dos resultados, o secretário-executivo adjunto de Minas e Energia, Edvaldo Luís Risso, comentou sobre a implantação do Planejamento Estratégico na pasta. “Foi o nascimento de um projeto brilhante que teve um processo de implantação de oito meses. Tínhamos um desafio enorme a vencer. Havia muitos projetos em andamento na época e o Planejamento Estratégico venceu junto”, afirmou.

O chefe de gabinete do MME, José Wanderley Uchoa, acredita que o projeto é essencial para o bom desempenho da pasta. “O Planejamento Estratégico é um instrumento de gestão essencial para toda e qualquer estrutura, sobretudo quando se trata do serviço público, onde temos de prestar conta para sociedade”, comentou.

O Planejamento Estratégico do MME foi feito pela consultoria Steinbeis-Sibe do Brasil, com recursos do Banco Mundial no âmbito do Projeto de Assistência Técnica dos Setores de Energia e Mineral (META).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui