Família Gerdau deixa área executiva do grupo

0
4309
Gustavo Werneck, que hoje comanda as operações no Brasil, assume como novo diretor-presidente (CEO) da Gerdau a partir de 1º de janeiro. de 2018 - Foto: Divulgação / Gerdau.

Executivos da família passam a ocupar apenas cargos no conselho de administração da empresa, como porte das mudanças previstas para a governança corporativa do grupo.

A Família Gerdau que dá nome a Grupo Gerdau está deixando os cargos executivos da siderúrgica e metalúrgica mundial, para manter-se apenas no Conselho de Administração. A notícia foi divulgada pela companhia nesta manhã, 24. Conforme informado, a mudança estava sendo planejada há mais de um ano e é “um importante passo na evolução da governança corporativa da empresa em seus 116 anos de história”.

Com isso, o diretor-presidente André Gerdau Johannpeter, e os vice-presidentes executivos Claudio Johannpeter e Guilherme Gerdau Johannpeter passam a se dedicar exclusivamente ao conselho do qual já fazem parte.

“A partir de janeiro de 2018, vamos aproveitar a nossa experiência executiva para focar ainda mais na definição das estratégias de médio e longo prazo da Gerdau visando a geração de valor para nossos stakeholders e apoiando nossos executivos no processo de implementação”, afirma o atual Diretor-Presidente (CEO), André Gerdau Johannpeter.

Gustavo Werneck, que hoje comanda as operações no Brasil, assume como novo diretor-presidente (CEO) da Gerdau a partir de 1º de janeiro de 2018.

Werneck, 44 anos, atua na Empresa há 13 anos. É formado em Engenharia Mecânica pela Universidade Federal de Minas Gerais e possui MBAs em gestão pelo INSPER e Fundação Getúlio Vargas, além de cursos de aperfeiçoamento pela INSEAD, Harvard Business School, Kellogg School of Management e London Business School. Anteriormente à posição de Diretor Executivo da Operação Brasil, foi Diretor Corporativo de TI e Diretor Industrial da Gerdau na Índia, entre outras posições.

Os próximos quatro meses serão dedicados à transição da nova governança, de forma a assegurar a tranquilidade do processo, bem como as definições subsequentes nas funções e processos executivos da empresa.

Gustavo Werneck, futuro Diretor-Presidente (CEO) da Gerdau, destacou o foco na continuidade das transformações: “é uma grande honra assumir o desafio de liderar uma empresa com a história, o porte, a qualidade de seu time e a cultura da Gerdau. Ao assumir a nova posição, nosso foco será o de continuar e acelerar as transformações que a empresa vem passando nos últimos anos, buscando ampliar a rentabilidade de nossas operações e gerar mais valor para os acionistas”, disse.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui