Thyssenkrupp e Tata Steel criam joint venture siderúrgica

0
900
Foto: Reprodução Web

Nova empresa terá remessas de 21 milhões de toneladas por ano e vendas de 15 bilhões de euros anuais.

O Grupo alemão Thyssenkrupp e a indiana Tata Steel deverão combinar suas atividades siderúrgicas europeias em uma joint venture com participação de 50% de cada empresa. Segundo comunicado, o objetivo é criar um líder europeu de alta tecnologia e qualidade na produção de aço plano. A notícia vem alguns dias após a Thyssenkrupp ter concluído a venda da Companhia Siderúrgica do Atlântico (CSA), localizada no Rio de Janeiro, para a Ternium, por 1,5 bilhão de euros.

A nova empresa, segundo expectativa das companhias, terá cerca de 48 mil funcionários distribuídos por 34 locais. Com remessas de 21 milhões de toneladas por ano, deverá gerar vendas de 15 bilhões de euros anuais.

Conforme o CEO da Thyssenkrupp AG, Dr. Heinrich Hiesinger, a criação de uma gigante na área de aço plano é uma estratégia para enfrentar o atual momento do setor: “No âmbito da joint venture prevista, estamos dando às atividades europeias de aço, da Thyssenkrupp e da Tata, um futuro duradouro. Estamos enfrentando os desafios estruturais da indústria siderúrgica europeia”, comentou.

Para o presidente da Tata Steel, Natarajan Chandrasekaran, há grande confiança quanto ao futuro da join venture: “Esta parceria é uma ocasião importante para ambos os parceiros e se concentrará na construção de uma empresa siderúrgica européia forte. A lógica estratégica da joint venture proposta baseia-se em fundamentos muito sólidos e estou confiante de que a Thyssenkrupp Tata Steel terá um ótimo futuro”.

A Thyssenkrupp Tata Steel será gerenciada através de uma holding minima, sediada na Holanda. A nova gestão contará com um conselho de administração e um conselho de supervisão, ambos com representação igual das duas companhias. As estruturas na Alemanha, nos Países Baixos e na Grã-Bretanha serão mantidas.

Conforme o acordo assinado, a Thyssenkrupp contribuirá com o negócio da Steel Europe. Há também planos para a joint venture incluir a Thyssenkrupp MillServices & Systems GmbH, um fornecedor de serviços de siderurgia que faz parte do negócio de Serviços de Materiais. Por sua vez, a Tata adicionaria todas as suas atividades de aço plano na Europa.

A conclusão do negócio deverá ocorrer no final de 2018, após aprovação das autoridades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui