Ipea aponta recuperação gradual da economia em 2017

0
2220
Dados do Ipea apontam que recuperação da indústria tem se refletido no bom desempenho da produção de bens de capital - Foto: Reprodução Web

Indústria extrativa mineral registrou alta de 1,8% no trimestre fechado em julho.

A Carta de Conjuntura apresentada nessa segunda, 25, pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) indica uma recuperação gradual da economia. “Embora as questões de natureza fiscal ainda permaneçam como condicionantes da trajetória de médio e longo prazo, o bom desempenho observado nos indicadores mensais de atividade ao longo de 2017 corrobora o diagnóstico de recuperação gradual da economia”, diz o texto da Carta.

Números do indicador Ipea de consumo aparente de bens industriais revelam um crescimento de 64% dos segmentos da economia brasileira em julho. O resultado positivo, segundo o Ipea, impactou o comportamento da indústria, com uma alta de 0,2% no indicador Ipea de produção industrial. Se comparado ao mesmo período de 2016, a melhora é ainda maior, com expansão de 5,3%.

Conforme análise apresentada, “a evolução da produção industrial, que vinha sendo estimulada especialmente pelo crescimento das exportações, passou a refletir também uma melhora na demanda doméstica nos últimos meses”, com alta de 2,1% registrada no trimestre pelo indicador de comércio do instituto.

Para o Ipea, a recuperação da indústria tem se refletido no bom desempenho da produção de bens de capital (máquinas, equipamentos, materiais de construção, instalações industriais, entre outros). O crescimento de 1,9% na passagem entre os meses de junho e julho foi o quarto avanço consecutivo na margem. Com isso, o trimestre terminado em julho exibiu alta de 6,6%, enquanto no acumulado de 2017, o setor registra um ganho de 3,7% sobre igual período do ano anterior.

Contudo, em relação aos demais setores da indústria, o indicador Ipea mensal de consumo aparente de bens industriais registrou queda de 0,3% na comparação entre junho e julho, na série com ajuste sazonal.

No caso da indústria extrativa mineral, o consumo aparente registrou alta de 1,8% no trimestre fechado em julho. Mas em comparação ao mesmo período de 2016, a queda foi de -12,2%.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui