Vale assina Project Finance para Corredor Logístico de Nacala

0
2732
Corredor Logístico de Nacala. Foto: Vale.

Empreendimento em Moçambique receberá US$ 2,730 bilhões de investimentos.

A Vale e as empresas do Corredor Logístico de Nacala (CLN), em Moçambique, assinaram na última terça-feira (27/11), contratos financeiros vinculantes na forma de um project finance, modalidade em que o empreendimento será pago pelo fluxo de caixa gerado pela operação. O valor que o CLN vai receber é de US$ 2,730 bilhões.

O project finance será amortizado em 14 anos, com os recursos provenientes da tarifa relacionada aos serviços de transporte de carvão e de carga geral, fornecidos pelo Corredor. De acordo com comunicado da Vale, a decisão desta terça é o último investimento planejado para apoiar o ramp-up do corredor logístico até a completa utilização da sua capacidade.

“A conclusão da transação e o recebimento dos recursos estão sujeitos a condições precedentes usuais para um project finance e devem ocorrer em breve. Os fundos recebidos serão principalmente pagos à Vale para reembolsar parte dos empréstimos feitos pela empresa na forma de shareholders loans concedidos para a construção do CLN, e também serão usados para apoiar o ramp-up do corredor”, informou a companhia.

Ainda segundo a Vale, os governos do Moçambique e do Malawi cooperaram com todos os enquadramentos regulatórios, financeiros e legais que apoiam o project finance.

O Corredor Logístico de Nacala foi inaugurado em maio deste ano. O projeto é uma linha férrea com extensão de 912 quilômetros, com o objetivo de levar carvão da mina de Moatize ao porto de Nacala.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui