Vale irá disponibilizar US$ 48 mi em crédito para Samarco

0
6626
Rompimento da barragem de Fundão destruiu o distrito de Bento Rodrigues e provocou inúmeros danos ambientais. Foto: Agência Brasil.

Valor será acrescido a R$ 432 milhões que companhia deve conceder para recuperação das comunidades e do meio ambiente afetados pelo rompimento da barragem de Fundão.

Na quinta-feira (22) a Vale anunciou que irá disponibilizar linhas de crédito para Samarco de até US$ 48 milhões. Segundo a mineradora, o dinheiro será usado com um apoio para a empresa retomar suas operações no primeiro semestre de 2018. A Samarco é controlada por meio de uma joint-venture entre a Vale S.A. e a anglo-australiana BHP Billiton, e desde o desastre de Mariana, em 2015, tem acumulado dívidas milionárias.

Foi informado, ainda, que as duas empresas acionistas devem ser chamadas futuramente para cumprir na proporção de sua participação acionária na Samarco (50% cada um), as obrigações de um acordo assinado em março de 2016 para restauração do meio ambiente e das comunidades afetadas pela ruptura da barragem de Fundão. Dessa forma, a Vale estima contribuir em torno de R$ 432 milhões no primeiro semestre de 2018.

Conforme nota divulgada pela companhia, as linhas de crédito também serão destinadas às despesas relacionadas aos especialistas nomeados em consonância com o Acordo Preliminar com o Ministério Público Federal, assinado em janeiro de 2017, “sem que isso configure uma obrigação da Vale para com a Samarco”.

A mineradora informou que os fundos serão liberados gradativamente, conforme demanda da Samarco. A BHP Billiton Brasil também deve disponibilizar linhas de crédito de curto prazo para a mineradora em termos semelhantes aos da Vale.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui