Na transação estão incluídas unidades de produção e beneficiamento de vergalhões nos Estados Unidos.

A Gerdau S.A anunciou, nesta terça-feira (2), a venda de algumas das usinas produtoras de vergalhão, bem como unidades de corte e dobra de aço e centros de distribuição nos Estados Unidos para a Commercial Metals (CMC), pelo valor de US$ 600 milhões. Segundo a siderúrgica, a transação está sujeita à autorização dor órgãos reguladores e às condições habituais de fechamento, o que deve ocorrer ainda em 2018.

De acordo com o comunicado estão incluídas na negociação as usinas de Jacksonville (Flórida), Knoxvilee (Tennessee), Rancho Cucamonga (Califórnia) e Sayreville (Nova Jersey). Juntas, elas contam com capacidade produtiva de 2,8 milhões de toneladas curtas por ano. Estão incluídas também unidades de beneficiamento de vergalhões e distribuição nos Estados Unidos.

Em comunicado, o vice-presidente executivo do Conselho de Administração da Gerdau, André Gerdau, informou que a decisão de vender unidades produtoras de vergalhão nos EUA faz parte do processo de transformação global, que busca tornar os negócios da companhia mais rentáveis no mercado norte-americano.

“Essa transação representa um marco em nossa estratégia para reduzir o endividamento da empresa e focar em oportunidades com maior retorno nos mercados em que operamos”, destacou.

O presidente da Operação de Aços Longos na América do Norte, Peter Campo, também comentou a transação. “A operação anunciada hoje permitirá o nosso crescimento acelerado em segmentos atrativos na América do Norte, um de nossos principais mercados. Junto com nossa operação de aços especiais nos Estados Unidos, seguiremos bem posicionados para servir e criar valor aos nossos clientes nos mercados da construção não-residencial, de equipamentos industriais, de transporte e de energia”, concluiu.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui