O valor foi o maior dos últimos cincos anos, sendo o minério de ferro o principal produto exportado.

A venda de minerais para o exterior teve superávit no fechamento de 2017 em US$ 23,4 bilhões. De acordo com dados divulgados pelo Ministério de Minas e Energia (MME) nesta quarta-feira (24), o valor representa um crescimento de 30%, sendo o maior dos últimos cinco anos.

As áreas do setor mineral que registraram essa marca são indústria extrativa, excluindo petróleo e gás, e indústria da transformação mineral como os metálicos, não metálicos e compostos químicos inorgânicos.

Segundo o MME, a principal justificativa para o número positivo é o aumento das exportações e recuperação do preço do minério de ferro. Ainda conforme o órgão, o setor mineral foi responsável por 21,3% das exportações brasileiras em 2017, que somaram um total de US$ 217,7 bilhões.

No ano passado, as vendas externas de minérios atingiram a marca de US$ 24 bilhões, que representaram 51,7% do total de exportações do setor mineral e 11% das exportações nacionais.

Já os embarques do minério de ferro cresceram em 2,5% de 2016 para 2017, passando de 366,2 milhões de toneladas para 383,5 milhões/ton. O aumento da receita gerado pelas exportações foi de 44,5%.

O minério de ferro foi responsável por 80% das exportações no setor de mineração, 41,4% do setor mineral e 8,8% das exportações brasileiras em 2017.

Já as importações minerais renderam US$ 7,8 bilhões, uma elevação de 44% em relação a 2016. Os principais motivadores são os preços e o volume das exportações de carvão metalúrgico e potássio.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui