Fator é pressionado por estoques cheios e enfraquecimento no mercado do aço.

Os futuros do minério de ferro na China iniciaram esta terça-feira (20) em queda. Conforme informações da agência de notícias Reuters, a redução ocorreu um dia após registrarem o maior recuo para um único dia em quase dez meses, pressionados pelos estoques cheios e enfraquecimento no mercado de aço.

De acordo com relatório da companhia de investimentos Argonaut, os estoques de curto prazo reduziram a possibilidade de alta nos preços do minério e do aço, apesar da perspectiva de uma demanda firme a nível global.

Segundo a Argonaut, as reservas de aço ficaram em 19,5 milhões de toneladas na semana passada, nível inferior ao da semana anterior. Ainda assim, este é o maior nível desde 2014.

De acordo com informações da Reuters, o contrato mais ativo do minério de ferro na Bolsa de Dalian caiu 2,4%, para 459 iuanes, o equivalente a US$ 72,51 dólares por tonelada. Na segunda-feira houve recuo de 4,5%, queda mais forte desde 24 de maio de 2017.

O minério de ferro para entrega no porto de Qingdao cedeu 4,15%, para US$ 66,94 a tonelada.

Já o vergalhão de aço mais negociado na Bolsa de Xangai caiu 0,7%, para 3.649 iuanes a tonelada, menor nível desde 31 de outubro do ano passado.

*Com informações da Reuters.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui