Aumento foi impulsionado pela produção recorde de aço.

As importações chinesas de minério de ferro apresentaram alta no mês de julho. De acordo com informações da agência de notícias Reuters, dados alfandegários mostraram que o aumento foi impulsionado pela produção recorde de aço e margens fortes, impactadas pela política de redução à poluição. As restrições diminuem a produção de produtos mais baratos de pequenas usinas.

No mês passado, a China comprou 89,96 milhões de toneladas de minério, segundo números da Administração Geral das Alfândegas. O volume é superior aos das 83,24 milhões de toneladas de junho e das 88,66 milhões de toneladas em julho do ano passado. Já os desembarques caíram 0,7% de janeiro a julho, em relação ao mesmo período do ano passado.

Produção de aço

No total, o país asiático, maior produtor de aço do mundo, produziu um recorde de 80,2 milhões de toneladas de aço bruto. Ainda assim, o volume foi inferior às 81,6 milhões de toneladas produzidas pelos Estados Unidos em todo o ano de 2017.

Segundo a Reuters, as margens de lucro das siderúrgicas chinesas também registraram recorde de cerca de 1.100 iuanes por tonelada, o equivalente a US$ 161,24 por tonelada, também influenciados pelo corte de capacidade e pela política ambiental chinesa.

Preços

Em meio às notícias sobre guerra comercial entre Estados Unidos e China, os preços do aço na bolsa de Xangai fecharam em queda de 0,1%, a 4.236 iuanes por tonelada, o equivalente a US$ 621,52, segundo a Reuters.

Também caíram os futuros do minério de ferro mais ativos na bolsa de Dalian, após três dias de ganho. A queda foi de 0,6%, para 509 iuanes por tonelada.

 

Com informações da Reuters.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui