Territórios Sustentáveis promove oficina de fotografia no PA

0
3586
Oficina de fotografia realizada com jovens de Oriximiná. Foto: Ecam/ Divulgação.

Ação foi realizada com jovens quilombolas da cidade de Oriximiná.

Cerca de 40 alunos atendidos pela ONG Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam), por meio do Eixo Quilombola do Programa Territórios Sustentáveis, aprenderam mais sobre técnicas de comunicação em uma oficina realizada no último fim de semana. O evento ocorreu com jovens quilombolas de Oriximiná (PA).

Os encontros ocorrem desde fevereiro e trabalham o empoderamento dos jovens quilombolas pelo YouTube, dentro do Programa Novas Tecnologias e Povos Tradicionais (Compartilhando Mundos). Agora, o projeto vai inserir o aprendizado da fotografia, com a parceria de 14 fotógrafos profissionais do instituto FotoClube Tapajós.

“Sem a fotografia não existiria o cinema, vídeos e os jornais. A fotografia combinou a escrita e simplificou o entendimento da informação a gente consegue com a foto fazer a análise de situações visuais e as pinturas rupestres são registros visuais, e a fotografia é isso”, destacou o presidente do Fotoclube Tapajós, Ádrio Denner, ao citar o poder da percepção do fotojornalismo.

Durante a aula eles aprenderam técnicas de fotografia como luz ideal, ângulo, planos, entre outros elementos que ajudam a produzir uma boa foto. “Cada um de nós saiu com um aprendizado, a gente não aprendeu tudo, mas alguma coisa ficou capturada e nós vamos colocar em prática”, afirmou a moradora da comunidade quilombola do Jarauacá, Ildimara dos Santos.

O Territórios Sustentáveis foi criado em 2015 e tem como propósito elaborar uma série de diagnósticos e de ações que visam preparar as populações Faro, Oriximiná e Terra Santa (PA), para o momento de exaustão da atividade minerária. Em suma, a ideia é não deixar os moradores dependentes economicamente da mineração.

O programa é executado por três organizações da Sociedade Civil de Interesse Público (Oscips): Agenda Pública, Equipe de Conservação da Amazônia (Ecam) e Instituto do Homem e Meio Ambiente da Amazônia (Imazon), com patrocínio da Mineração Rio do Norte (MRN) e da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Sustentável no Brasil (USAID).

A realização das oficinas junto aos jovens quilombolas conta com o apoio da Associação das Comunidades Remanescentes de Quilombos do Município de Oriximiná (Arqmo), que possui um canal no YouTube, onde são publicados os vídeos produzidos pelos jovens.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui