Justiça bloqueia pagamento de R$ 890 mi em dividendos pela CSN

0
5780
Foto: Reprodução.

Motivo da decisão não foi divulgado. Distribuição do valor seria feita a partir do dia 30 de agosto.

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) teve bloqueada pela Justiça Federal de São Paulo a distribuição de R$ 890 milhões em dividendos. Conforme informado em fato relevante nesta terça-feira (28), o valor foi declarado no dia 17 de agosto e seria pago a partir do dia 30 deste mês.

Segundo a empresa, o bloqueio foi determinado pelo juiz da 10ª Vara de Execuções Fiscais da Justiça Federal de São Paulo, mas sem explicação do motivo. A siderúrgica informou que, por ora, está impedida de efetuar o pagamento.

“A Companhia está avaliando todas as medidas cabíveis para preservar o seu melhor interesse, assim como também o de seus acionistas”, informou.

A remuneração fazia parte do esforço da CSN para alongar o passivo financeiro que permitiu, ao mesmo tempo, concluir o reperfilamento de dívida de curto prazo com o Bradesco.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui