Essa foi a primeira vez que o banco dos Brics concedeu crédito diretamente a uma empresa, sem garantia soberana, segundo a empresa.

A Petrobras realizou, em agosto, operações de pré-pagamento, renegociação de prazos e/ou custos e nova contratação de financiamento no valor total de US$ 1,45 bilhão. Em comunicado divulgado nesta segunda-feira (3), a empresa afirmou que, dentro desse montante, acertou financiamento de US$ 200 milhões com o New Development Bank, o chamado “banco dos Brics”.

O financiamento vence em 2030 e será para “projetos favoráveis ao meio ambiente nas refinarias Duque de Caxias (Reduc) e Gabriel Passos (Regap)”. Essa foi a primeira vez que o banco dos Brics concedeu crédito diretamente a uma empresa, sem garantia soberana, segundo a empresa.

“As operações estão em linha com a estratégia de gerenciamento de passivos da companhia, que visa à melhora do perfil de amortização e do custo da dívida, levando em consideração a meta de desalavancagem prevista em seu Plano de Negócios e Gestão 2018-2022”, destacou a Petrobras, por meio de nota.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui