Samarco pode retomar produção em 2020

0
5494
Fachada Samarco. Foto: Reprodução Internet.

Afirmação foi feita pelo CEO da Vale, Fabio Schvartsman.

A mineradora Samarco deve retomar a produção em 2020, com um terço da capacidade. De acordo informações da agência de notícias Reuters, a afirmação é do presidente-executivo da Vale, Fabio Schvartsman, empresa dona da metade da joint venture com a australiana BHP Billiton.

A Samarco está com as operações paralisadas desde o rompimento da barragem de Fundão, em novembro de 2015, causando a morte de 19 pessoas, além de prejuízos ambientais em Minas Gerais e no Espírito Santo, já que a lama atingiu o rio Doce.

“Todos os indícios são que não existirão problemas e que, no início de 2020, todas questões serão superadas e será possível retomar operações”, afirmou Schvartsman.

Para voltar a operar, a Samarco ainda depende do Licenciamento Operacional Corretivo (LOC) do Complexo de Germano. O processo foi protocolado em setembro de 2017 e visa regularizar todas as licenças de Germano, suspensas em outubro de 2016 pela Semad.

Em dezembro do ano passado, a empresa obteve, junto à Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável de Minas Gerais (Semad), as licenças prévia (LP) e de instalação (LI), que permitem a preparação do local.

Cava Alegria Sul

No momento, a Samarco executa as obras de preparação da Cava Alegria Sul, iniciadas na primeira semana de outubro. A estrutura fica no Complexo de Germano, em Mariana e em Ouro Preto (MG), onde a barragem de Fundão estourou.

A previsão é que as intervenções durem cerca de 10 meses. De acordo com informações da mineradora, o local terá capacidade para receber 16 milhões de metros cúbicos e será utilizado para disposição de rejeitos de minério.

A cava é uma estrutura resultante do processo de lavra. Como possui formação rochosa e estável, permite a contenção segura do rejeito a ser depositado, conforme a empresa.

Com informações da Reuters.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui