Petrobras inicia produção da P-69 na Bacia de Santos

0
6873
Navio-plataforma P-69. Foto: Petrobras.

Plataforma é a oitava instalada na área do pré-sal, no campo de Lula.

A Petrobras iniciou na noite desta terça-feira (23) a produção da área de Lula Extremo Sul, no pré-sal da Bacia de Santos, por meio do navio-plataforma P-69. Essa é a oitava unidade instalada no campo de Lula.

A P-69 é do tipo FPSO (unidade flutuante de produção, armazenamento e transferência de petróleo e gás), com capacidade produtiva de até 150 mil barris por dia de óleo e de comprimir até 6 milhões de m³ diários de gás natural.

A plataforma está localizada a aproximadamente 290 quilômetros da costa do Estado do Rio de Janeiro, em profundidade d’água de 2.150 metros. Ela irá produzir por meio de oito poços produtores e sete poços injetores.

Plataforma começou a operar na noite de terça-feira (23). Foto: Petrobras/ Divulgação.

A construção do casco da P-69 foi finalizada no estaleiro Cosco, em Zhoushan, na China. A finalização foi no estaleiro Brasfels, em Angra dos Reis, no Rio de Janeiro.

“A P-69 contribuirá para o aumento da produção da Petrobras no horizonte do Plano de Negócios e Gestão 2018-2022”, informou a petrolífera, por meio de nota.
Campo de Lula

O campo de Lula foi descoberto em 2006 e é responsável por 30% da produção nacional, sendo o maior do país. O escoamento do petróleo é feito por meio de navios aliviadores e o gás, pelas rotas de gasodutos do pré-sal.

Lula é operado pela Petrobras (65%), em parceria com a Shell Brasil Petróleo Ltda.(25%) e a Petrogal Brasil S.A.(10%).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui