Diamante de 998 quilates é descoberto na África

0
179
Diamante de 998 quilates da Lucara Diamond / Foto: Divulgação.

A pedra preciosa, uma das maiores do mundo, tem aproximadamente 200 gramas.

A empresa de mineração Lucara Diamond Corp. anunciou na terça-feira (10/11) a descoberta de um dos maiores diamantes da história, em sua mina de Karowe, em Botswana, no continente africano.

O diamante mede 67x49x45 milímetros e aproximadamente 200 gramas. Ele é o segundo com mais de 500 quilates encontrado na mesma mina em 2020, além de ser o quarto dos cinco maiores diamantes já encontrados.

O maior diamante da história é o Cullinan, de 3.106 quilates, encontrado em 1905, próximo de Pretória, na África do Sul. Nos últimos anos, na mina de Karowe têm sido regularmente extraídas grandes pedras preciosas.

Em 2015, a Lucara Diamond encontrou, também em Karowe, o diamante Lasedi La Rona, de 1.109 quilates, vendido por US$ 53 milhões (R$ 290 milhões).

No local, também foi encontrado o diamante Constellation, de 813 quilates, que foi vendido por US$ 63 milhões (R$ 346 milhões), e em 2019, foi descoberto o Sewelô, de 1.758 quilates, de qualidade mediana e não tão valioso em comparação com os demais. Mesmo assim a pedra foi vendida em janeiro para a Louis Vuitton.

Neste mês, a Lucara Diamond fechou outro acordo com a Louis Vuitton para cortar e polir o diamante de 549 quilates encontrado na mina de Karowe em fevereiro deste ano, chamado de Sethunya, que significa “flor”.

 

Por Sputnik Brasil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui