26/05: Aço e minério de ferro recuam 6% na China

0
404
Foto: Divulgação Web.

Preços do minério de ferro já realizaram forte recuo desde as máximas recorde tocadas em 12 de maio.

Os futuros do aço e do minério de ferro na China caíram nesta quarta-feira (26) após a bolsa de futuros de Xangai ter alertado que avaliará “transações anormais” no mercado, que somou-se a tentativas anteriores do governo de controlar a alta das commodities por meio de avisos.

O vergalhão de aço para construção na bolsa de Xangai encerrou o pregão diurno com queda de 6%, a 4.667 yuans (729,79 dólares) por tonelada, após ter chegado a tocar mais cedo 4.661 yuans, o menor nível desde 24 de março.

O minério de ferro na bolsa de Dalian recuou 6,1%, para 994,50 yuans (US$ 155,50) por tonelada, pouco acima da mínima do dia de 992 yuans, menor nível desde 12 de abril.

A queda nos mercados de aço se intensificou durante a tarde e derrubou matérias-primas, depois que o presidente do conselho da bolsa de Xangai disse em um evento que a bolsa “acompanhará de perto as mudanças no mercado e investigará vigorosamente transações anormais”.

A sessão já havia começado com pressão no mercado devido à chegada da época de chuvas no sul da china e as altas temperaturas no norte, que desaceleram atividades de construção e podem afetar negativamente a demanda por aço e minério de ferro.

“A época de menor demanda no setor de construção está chegando em breve”, disseram analistas da Huatai Futures em nota.

Já em Cingapura, não houve cotação do minério de ferro no mercado à vista nesta quarta-feira. É neste mercado que a publicação especializada Fastmarkets MB acompanha os preços da commodity. Na terça-feira, a principal matéria-prima do aço com 62% de ferro fechou em US$ 192,87 a tonelada no porto chinês de Qingdao. Isso representou uma leve alta de 0,23%.

Com isso, os ganhos no mês ficaram em 2,13%. Já no ano, a elevação acumulada nos preços do minério de ferro chegaram em 20,19%.

Os preços do minério de ferro já realizaram grande recuo desde as máximas recorde tocadas em 12 de maio. O preço spot de referência, para minério com teor de 62%, recuava 17% desde sua máxima até a terça-feira, segundo dados da consultoria SteelHome.

 

Fonte: Reuters.