MP 790 tem audiências públicas marcadas

0
3150
Para o relator da matéria, senador Flexa Ribeiro. tema é da maior importância para o país - Foto: Waldemir Barreto/Agência Senado

Audiências públicas deverão ser compartilhadas com as comissões mistas das MPs 789 e 791.

A comissão mista de deputados e senadores responsável por examinar a Medida Provisória que altera o Código da Mineração (MP 790), aprovou na terça-feira, 5, a agenda de audiências públicas para discutir o tema. Governo, oposição, representantes de ONGs, mineradoras e municípios participaram da definição.

No dia 12 de setembro, terça-feira, ocorrerá a primeira audiência pública, sobre mineração e desenvolvimento sustentável. No dia 19 de setembro ocorrerá a segunda, sobre mineração e sociedade; já no dia 26 de setembro ocorrerá o terceiro debate, sobre outorga de direitos minerais; e no dia 3 de outubro a última audiência será realizada, sobre incentivo à mineração.

“Nós propusemos, no plano de trabalho que foi aprovado, quatro audiências públicas. Mas tenho a tranquilidade de saber que teremos outras. O tema é da maior importância para o nosso país. Você tem que ter condicionantes de compensar o município, a sociedade do município, pela instalação desse projeto, que traz demanda de saúde, de segurança, de educação, e para que ao final da exploração você tenha a área totalmente recuperada” comentou o relator da matéria, senador Flexa Ribeiro (PSDB-PA).

Conforme a Agência Senado, os parlamentares pretendem compartilhar as audiências públicas com as comissões mistas das MPs 789 e 791, relacionadas aos ajustes no Compensação pela Exploração de Recursos Minerais (Cfem) e à criação da Agência Nacional da Mineração (ANM), respectivamente. A ideia é unificar os convites ao ministro de Minas e Energia e aos representantes de órgãos como o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) para que em uma única reunião possam ser debatidas as três medidas provisórias conjuntamente.

Com informações da Agência Senado

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui