Petrobras e Total firmam parceria com foco em renováveis

0
4165
Foto: Reprodução Internet.

Empresas querem investir mais nas energias eólica e solar fotovoltaica no país.

A Petrobras assinou um memorando de entendimentos com as empresas francesas Total e Total Eren, na segunda-feira (9), com o objetivo de analisar o desenvolvimento conjunto de negócios nos segmentos de energia solar e eólica onshore no Brasil.

De acordo com informações divulgadas pela empresa nesta terça-feira (10), Petrobras e Total vêm pesquisando outras áreas potenciais de cooperação, após resultados positivos advindos da parceria estratégica entre as duas empresas, assinada em fevereiro de 2017.

“A realização desse acordo faz parte da estratégia da Petrobras de desenvolver negócios de alto valor em energia renovável, em parceria com grandes players globais, visando a transição para uma matriz de baixo carbono”, afirmou a empresa, por meio de nota.

De acordo com a Petrobras, a parceria irá trazer benefícios como, diluição dos riscos relacionados ao negócio de energias renováveis no Brasil e potenciais ganhos de escala e sinergias.

“O memorando de entendimentos tem natureza não vinculante, mas indica a intenção das empresas em trabalhar conjuntamente para desenvolver projetos nesses segmentos, completou a Petrobras.

Atualmente, a estatal brasileira possui quatro parques eólicos em parceria, totalizando 104 MW instalados. As plantas foram negociadas no Ambiente de Comercialização Regulado (ACR) no leilão de energia de reserva de 2009 e entraram em operação em 2011. A empresa também possui uma planta de pesquisa e desenvolvimento em energia solar fotovoltaica de 1,1 MW no Rio Grande do Norte.

Já a Total atua na cadeia fotovoltaica através da SunPower e da Total Solar, desde a fabricação de células até o desenvolvimento de parques de energia solar ou através da instalação de usinas solares nos segmentos industrial/comercial e doméstico.

A companhia adquiriu 23% na Eren Renewable Energy em 2017, empresa que passou a se chamar Total Eren. A nova marca construiu uma base de ativos de energia solar e hidrelétrica, representando uma capacidade bruta instalada de mais de 950 MW em operação ou em construção em todo o mundo.

A empresa está investindo, principalmente, na América Latina, África e Ásia-Pacífico, com o objetivo de alcançar uma capacidade instalada líquida global de mais de 3 GW até 2022.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui